Artigo: Não é uma questão de ganhar ou perder

Neste texto publicado no jornal Diário de S. Paulo, a Dra. Andréia Santos, coordenadora do Istart, fala sobre o alerta do Conselho Nacional de Justiça em relação à importância da mediação de conflitos nas escolas. A advogada detalha como o órgão defende a chamada Justiça Restaurativa para esses casos, com o estímulo à compreensão do comportamento, das intenções e das emoções que levaram o ofensor a praticar determinada conduta em relação à vítima. Acompanhe AQUI o texto completo.

materiandreia

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *