Escolas são certificadas como digitalmente seguras

Em evento realizado hoje (01) em Curitiba, mais de 20 instituições do Sistema Positivo de Ensino foram certificadas com o selo Escola Digital Segura. O reconhecimento, conferido pelo Instituto Start em parceria com a Editora Positivo,  tem como propósito atestar as boas práticas no uso da tecnologia no contexto educacional.

O projeto foi pensado para “favorecer a maior adoção de recursos educacionais tecnológicos, adequados às idades dos alunos, de acordo com a proposta pedagógica, atendendo ao propósito educativo, alinhado com o plano de ensino, aumentando assim tanto a proteção da Instituição de Ensino como de toda a comunidade escolar (alunos, professores, familiares, funcionários)”, afirma a Dra. Patricia Peck Pinheiro, advogada especialista em Direito Digital e idealizadora do iStart.

Em vigor há mais de cinco anos, a certificação é obtida a partir de um processo orientativo dos estudantes, docentes e responsáveis, e representa o resultado do trabalho contínuo de aplicação pedagógica no uso seguro e ético das novas tecnologias e governança de TI, em conformidade legal com as leis brasileiras.

 

Veja abaixo a lista das escolas certificadas no evento:

Cidade El Shadai Centro Educacional
Colégio Cad – Cristhiane Archer Dal Bosco
Colégio Castro Alves
Colégio Evangélico Martin Luther
Colégio Ideal
Colégio Murialdo Caxias
Colégio Nossa Senhora Da Glória
Colégio Nossa Senhora de Aparecida
Colégio Padre João Bagozzi
Colégio Positivo
Colégio Positivo Ângelo Sampaio
Colégio Positivo Internacional
Colégio Positivo Júnior
Colégio Sagrada Família
Colégio Sete de Setembro
Congregação Evangélica Luterana Redentor
Cooperativa de Educação e Cultura Regina Mundi
Cotemig
Escola Educação Criativa
IDER – Murialdo Ana Rech
Instituto Superior de Educação do Carmo
Sociedade Educacional Posiville

Durante a cerimônia da entrega dos selos, a Dra. Patricia Peck apresentou a palestra “Liberdade com Responsabilidade”, que é o tema central da campanha lançada neste ano pelo Instituto. A ideia é chamar atenção em relação ao papel protagonista de cada usuário na construção de um ambiente digital mais produtivo e sustentável, já que a Internet é um espaço comum, partilhado por diversas pessoas, que ao participar dessa comunidade, precisam ter uma atitude ética, de respeito com os outros e responsabilidade com o que produzido e reproduzido nesse ambiente.

Sobre o selo Escola Digital Segura

Por meio de uma metodologia inovadora, a certificação envolve um processo contínuo de aprimoramento, que vai desde a atualização da documentação escolar até a realização de campanhas educativas de combate ao bullying e cyberbullying.

A capacitação de professores, a realização de palestras para alunos e a promoção de ações de conscientização para ampliar a segurança em tecnologias digitais junto às famílias são algumas das etapas para obter a certificação. Os conteúdos abrangem principalmente os seguintes temas:

– Segurança Digital;
– Postura Ética nas Redes Sociais;
– Proteção de Identidade Digital;
– Proteção de Privacidade;
– Imagem e Reputação;
– Prática da Liberdade de Expressão com Responsabilidade
– Respeito aos Direitos Autorais.

Saiba mais detalhes neste link: www.familiamaissegura.com.br/certifique-sua-escola.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *